domingo, 6 de abril de 2014

Ser mãe do Pedro

Ser mãe do Pedro é uma dádiva! São tantas histórias, tantos ensinamentos, tantos embates que me transformam todos os dias.
Cada coisinha bonitinha que ele faz, sinto vontade de congelar o tempo. Fotografar, filmar, gravar apenas não é o suficiente. Queria reviver a mesma emoção por várias vezes. Mas sentimentos são únicos, não é mesmo!? Só se sente o que sente apenas uma vez. Você pode ficar feliz com determinada circunstância, mas cada momento traz em si uma carga única que jamais será vivenciado de novo.
Gosto tanto de você, leãozinho...